Ortodontia

A Ortodontia é uma especialidade que se dedica ao diagnóstico e ao tratamento, através de aparelhos corretivos, de problemas causados pelo mau posicionamento dos maxilares e dos dentes (vulgarmente designados “dentes tortos”) como:


  • apinhamento: dentes sobrepostos por falta de espaço;
  • mordida cruzada: dentes de cima estão por dentro dos dentes de baixo;
  • sobremordida (mordida profunda ou proalveolia superior): dentes superiores cobrem parte dos inferiores;
  • mordida aberta ou proalveolia inferior: dentes inferiores e superiores quase não se tocam;
  • espaçamento entre os dentes (naturais ou provocados pela falta de dentes);
  • assimetria facial: prognatismo (queixo avançado para a frente) e retrognatismo (queixo recuado).
Ao tratar estes problemas, as vantagens de usar aparelho são inúmeras:

  • torna o seu sorriso mais alinhado, harmonioso e, como tal, mais bonito;
  • melhoria a nível de fonética (fala), de mastigação/digestão e de sono;
  • promove uma correta distribuição das forças exercidas sobre os dentes, protegendo-os de traumas;
  • previne doenças decorrentes de um mau posicionamento dentário: gengivites, periodontites, cáries, tártaro, dores nos músculos, ossos e articulações do rosto;
  • melhoria da má oclusão dentária (ou maloclusão dentária): o incorreto encaixe dos dentes superiores e inferiores, conhecido como “mordida”, pode ser hereditário ou causado por perda precoce de dentes ou por determinados hábitos como o uso prolongado de chupeta, sucção do polegar, interposição lingual e respiração oral.

Tipos de aparelhos

Desta forma, a escolha do aparelho mais adequado para cada caso está dependente de um estudo prévio que envolve a análise cefalométrica da radiografia de perfil, dos modelos da boca, das fotografias e da história clínica do paciente.
Só a partir destes elementos é que se poderá indicar qual a melhor solução para cada pessoa. No mercado existem vários tipos de aparelhos:

Aparelhos fixos

Os aparelhos fixos, os mais utilizados em todo o mundo, são os recomendados para tratamentos mais complexos e que necessitam de uma maior movimentação dos dentes.

Estes aparelhos – que podem ser totais (todos os dentes) ou parciais (só alguns dentes) – são compostos por brackets (em metal ou em cerâmica, cuja coloração se confunde com a do próprio dente) ligados por arcos metálicos e elásticos, unidos aos dentes através de uma substância adesiva.

A nível de higiene, o paciente deve ter uma especial preocupação com a escovagem em torno dos brackets para que os restos dos alimentos não se acumulem. No fim, é aconselhado usar elixir e fio dental.


MARCAR CONSULTA

Aparelhos removíveis

Os aparelhos removíveis são especialmente indicados para determinados tratamentos complementares aos aparelhos fixos.

Estes aparelhos são maioritariamente feitos de fios de aço, para os arcos e molas, e de resina acrílica, para o resto da estrutura. No entanto, também existem aparelhos transparentes amoveis para todos os pacientes que não gostarem ou não possam utilizar os aparelhos visíveis.


MARCAR CONSULTA

Os tratamentos ortodônticos são possíveis de realizar em qualquer idade.
No entanto, certo é que quanto mais cedo forem efetuados, menos problemas a pessoa terá no futuro.

Isto porque o aparelho dentário além de conferir um sorriso muito mais bonito, ao corrigir o alinhamento dos dentes está também a permitir uma higienização oral muito mais eficiente e, como tal, a prevenir muitos problemas dentários, nomeadamente cáries.

CONHEÇA A NOSSA CLÍNICA. AGENDE JÁ A SUA VISITA